Uma semana atípica



Coluna da Monica



Esta semana algo que chamou a atenção, quero dizer, muitas coisas me chamaram a atenção mas este em especial. Um filme sobre um livro de nome Como eu era antes de você , e eis que fui ver do que se tratava. Não, eu não li o livro e fui direto ao filme. Alias o filme caiu no meu colo porque eu já o havia procurado no cinema e depois subitamente lembre-me que isto aqui é um país de primeiro mundo de qualquer coisa menos de lançamento de filmes. Visto que no Brasil o filme foi anunciado para junho/2016 todos pensam que no Japão o filme já esta sendo assistido desde o ano passado? Nada crianças , aqui certas coisas demoram também viu! Reclama não do teu país que tem lugar "menos melhor".


O filme caiu mais precisamente em alguma postagem de algum amigo de amigo que curtiu a portagem e apareceu na minha timeline. Era um vídeo e o abri. Não acreditei que se tratava do filme, esperei para ver o que apareceria, se era algo chamando a atenção para um outro tipo de vídeo e para minha surpresa e "alegria" não era; era o próprio filme. Mas depois de alguns minutos acredito que foi retirado do facebook porque nós sabemos que não é o mais correto com o autor, atores, direção e tudo que envolveu fazer este filme. Um desrespeito ao trabalho alheio, ainda mais que estamos num mundo onde nem o cachorro abana o rabo de graça , não podemos retirar os frutos do trabalho de outros que nos proporcionam prazer. 


E de novo outro dia me aparece em outra postagem outro vídeo e abro novamente e desta vez o vejo até o final e para minha sorte não era dublado. Desrespeitei o trabalho de vocês e estou procurando um lugar  onde possa comprar o filme. Eu não gosto de filme dublado, ao contrário da Lou que até conhecer o Will só assistia filme dublado. 


Devido a minha carga horária fico dias sem acessar algumas redes sociais onde procuro interagir, as vezes o faço sozinha porque quem perdeu a noção dificilmente vai encontrá-la, e me refiro a quem perde a chance de rir, de trocar experiências , de trocar conhecimento num mundo que criamos , o mundo virtual.  O mundo virtual que aproxima os que estão longe , aproxima os desconhecidos , lança o ódio, a ira e o amor. Tudo ao mesmo tempo . 

Observadora e sensível, entendi o que o Will quis fazer e talvez eu quisesse o mesmo que ele caso me encontrasse na mesma condição. E a frustração maior das pessoas e até dos atores quando leram o livro foi sobre o final. Todos querem um final feliz com lágrima de felicidade e o filme traz um final feliz somente para uma pessoa . E a mensagem dele para Lou era que ela vivesse a vida, que não se privasse , que curtisse cada momento e que deveria viver a sua vida e não a vida dos outros e por outros.  Que a vida pode ser curta ou não, mas que devemos vive-la.

Eis que me peguei olhando para a minha vida e analisando o que tenho feito por mim , o que tenho feito pela minha felicidade? O que faço para melhorar meus dias de terráquea ? 

E você depois de assistir o filme assim como eu ou não também vai refletir sobre você mesmo? O que tem feito por si? O que faz para melhorar seus dias na Terra. Acho que já fiz esta pergunta neste post 



Hoje  é um dia atípico , falei em primeira pessoa e não se acostumem porque meu ascendente em escorpião não costuma se mostrar ao público, mas fui afetada pela lua em peixes que passa pela minha casa 5 e pelo meu estado febril que vem sempre depois que deixo ervas daninhas entrarem no meu jardim.

E aproveito para dizer que li o livro seguinte da Jojo , Depois de você. Só recomendo a leitura para quem leu ou viu o filme Como eu era antes de você e deixo uma dica , que fique claro que é o que eu acho e não o que está escrito no livro: acho que vai ter continuação do filme.






Postagens mais visitadas deste blog

Dia de finados no Japão

Astrologia Karmica