3 de novembro de 2016

Ética e a falta dela - Corrupção de valores

Reprodução Facebook

Em tempos de ocupação de escolas por alunos jovens, guerreiros querendo mostrar o quão preocupados estão com o ensino , educação e futuro próprio e da sociedade , eis que aparecem alguns jovens e outros nem tanto carimbando essa foto como correta, como politicamente correta e mais; que isso é o correto sim! Alô!? 

Humberto Eco  diz que as redes sociais deram voz aos imbecis, e  a imbecilidade já era cometida antes das redes sociais, apenas não a liamos com tanta frequência como hoje. O jeitinho brasileiro já existia antes das redes sociais. O que vemos hoje é o reflexo da educação ou a falta dela no sentido moral e cívico. E o ego fala mais alto , porque na ânsia de mostrar o próprio ato em rede nacional a criatura faz um self do que ele é na verdade, dos atos que comete sejam eles bons ou ruins, o ego faz querer mostrar o quão poderoso pode-se vir a ser em rede social.

A própria pessoa divulgou em rede social e deixou aberto ao público exatamente aquilo que ele mesmo condena conforme postagens em seu perfil na rede social. E o post chegou até um grupo fechado no facebook com o nome de Clube da Alice e para espanto maior a jovem que compartilhou da  postagem, o fez 2 vezes e no seu perfil ela mostra videos e fotos de escolas ocupadas em nome do Ensino Médio. O Clube da Alice não compactou com a ideia desse post o deletando na primeira vez mas os jovens são insistentes rsss.

O mesmo "cidadão" que comete um ato de má fé contra um estabelecimento, procurando lesionar a quem cumpre com suas normas e regras  pede ensino melhor ao governo.  Não é lesionar no sentido de não pagar, mas o lesionar psicológico de quem esta cumprindo com seu dever, ou seja, ninguém no Mundo é obrigado a trocar dinheiro a não ser instituições financeiras quando na troca de moedas estrangeiras.

Podemos chamá-lo di cidadão?  Se sim, o chamaremos aqui.

Esse cidadão precisava efetuar um depósito de 95 reais no "BANCO" e possuia duas notas de 50 reais, e provavelmente pelo horário que conta no cupom da compra o banco já havia fechado e então ele recorreu ao jeitinho brasileiro de pedir um favor , veja bem, um favor de trocarem a nota de 50 reais no caixa do supermercado. Um favor não implica que a pessoa seja obrigada a fazê-lo mesmo porque dentro do estabelecimento existem normas a serem cumpridas e imaginem se todos como esse cidadão tomarem essa mesma atitude de pedir favorzinho de troca de dinheiro? 

Aqui vai a história relatada pelo próprio cidadão se intitulando como vingador fazendo alusão ao seriado Revenge.

Reprodução Facebook


Reprodução Facebook

O cidadão tomar uma atitude como esta um tanto insensata há de se pensar então porque ele agride governantes , estado, presidente sobre a educação e respeito que ele mesmo prega no seu perfil em rede social e na vida cotidiana vai na contra mão. As vozes  dadas sobre as redes sociais são controversas , quem publica contra o governo o chamando de corrupto e ladrão o faz no mesmo patamar. A corrupção esta em cada gesto como este, hipocrisia falar em roubo de governo quando a sociedade é conveniente com esse tipo de atitude. O que mais espantou foi o perfil das pessoas que apoiaram essa atitude insana. 

Há os que defendem a ideia de que isso não foi o correto, alguns repudiam mas os que apoiam parecem a maioria e olhando perfil das pessoas que apoiam vejo alunos universitários, mães que na foto do  perfil estão com seus bebes no colo, logo penso que ela ensinará isso ao filho como sendo boa conduta. Há também uma maioria de adolescentes que não sabem o sentido da palavra corrupção, educação e ética pensando que político é sinônimo de corrupto e que quem não o é pode ser bom cidadão. 

Adolescentes que ainda cheiram mijo na fralda e enchem de postagens sobre invadir escolas contra isso ou aquilo, que Lula é ladrão e Dilma safada, que o PT rouba. Por um acaso foi o governo que os ensinou que o Mundo é obrigado a trocar dinheiro para qualquer um que apareça no caixa de supermercado porque ele precisa fazer um depósito?  E como não de resposta a pessoa compra a cenoura mais fina do mercado achando que fez o melhor negócio e  aqueles 11 centavos entrou no caixa do  estabelecimento como venda a vista e  aquele é o preço da mercadoria. Quem perdeu ai? o mercado ganhou 11 centavos e o cidadão ganhou o quê? 

Reprodução Facebook

Reprodução Facebook

Reprodução Facebook

A maior insanidade vem de quem compactua com esse tipo de atitude, de quem fala que faria o mesmo. Talvez por ignorância ou falta da educação  de casa. Sim, de casa porque na escola se as desocuparem aprenderão ética na sociedade.

Que momento é esse que vivemos, o que fazer para sanar esse tipo de pensamento mesquinho e soberbo onde se procura tirar vantagem sobre tudo e todos. O cidadão no seu ímpeto de Revenge não se atentou ao fato de que ele perdeu 11 centavos para trocar o dinheiro, quem ganhou foi o mercado e o maior perdedor foi o vingador. 

A vingança tem seu preço, talvez depois de pegar a cenoura a tenha jogado fora, ou será que a levou para casa como Troféu da vingança. Quantos troféus esse cidadão deve possuir, quantas cenouras, tomates, batatas já não ganhou com sua atitude de vingador.

Quando a culpa é do consumidor

A imagem acima se refere ao e-mail que me foi enviado em 22 setembro 2017 pela eduK em resposta aos e-mails enviados em datas anter...